Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




As 10 comidas mais luxuosas do mundo

por Dude´s, em 31.08.15

Em tempos de crise, é certo que a nossa alimentação sofreu alguns cortes de modo a poupar nos produtos que compramos. Mas, para aqueles que adoram abrir os cordões à bolsa aqui fica uma lista das dez comidas mais luxuosas do mundo.

 

Para além de serem um artigo de luxo, são também alimentos exclusivos, saborosos e difíceis de encontrar. Ora confira.

 

Caviar Beluga

 

 

Este é o tipo de caviar mais caro de todo o mundo, chegando uma simples embalagem a atingir os 25 mil dólares ao quilo. Proveniente do peixe esturjão, com origem no Mar Cáspio, este caviar distingue-se pelas suas ovas com uma coloração bem clara.

 

A cor mais clara deste caviar é sua especialidade, que faz aumentar o preço e faz com que seja simplesmente incrível. Embalado em latas envoltas em ouro de 24 quilates, este é um caviar que se encontra à venda em Londres, Inglaterra.

 

Matsutake 

 

Este é um cogumelo, de origem japonesa, que cresce na base dos pinheiros e que está sistematicamente ligado à longevidade. De difícil colheita, e devido à sua raridade, sendo que se produz somente mil toneladas por ano, os preços podem chegar aos dois mil dólares ao quilo.

 

Quanto mais forte for o aroma deste cogumelo, melhor a sua qualidade e consequentemente o preço do alimento. Este é um produto que se encontra à venda na China, Coreia, Norte da Europa e América do Norte.

 

Melancia Densuke Black

 

 

Com uma produção que ronda as dez mil unidades por ano, esta é uma fruta oriunda da ilha japonesa Hokkaido e, como o próprio nome indica, é uma melancia de cor preta, devido à sua casca grossa.

 

É tradição no Japão oferecer-se uma melancia deste tipo, como sinal de respeito. É também sinal de poder económico, porque comprar uma fruta destas pode chegar aos seis mil dólares.

 

Pode encontrar esta melancia à venda em qualquer parte do mundo, mas com especial incidência nos países asiáticos.

 

Noz Macadâmia

 

A noz de macadâmia é proveniente da Austrália, apesar de também crescer no Hawai, e possui um alto valor nutritivo, ajudando no combate do colesterol.

Esta é a noz mais cara do mundo, produzida em condições climatéricas muito particulares, pois é necessário que o solo seja extremamente fértil.

Cada quilo de noz pode atingir os três mil dólares, e pode ser encontrada na Austrália, África do Sul e América Central.

 

Bife de Wagyu

 

Com origem no Japão esta é uma carne com aspecto de mármore, com preciosas veias de gordura entremeando a carne que, grelhada finamente ou em cortes altos é de comer e chorar por mais.

 

Produzida na Austrália, no Canadá e nos Estados Unidos este é um alimento especialmente valorizado, porque contém metade da gordura que outras carnes de vaca possuem.

 

Zillion Dollar Frittata

 

 

Este é um dos pratos mais caros do mundo e, é apenas uma omelete. Confeccionado no Parker Meridien, em Nova Iorque, esta omelete custa cerca de mil dólares.

 

Engane-se se pensa que irá comer apenas ovos porque, este prato atinge estes valores devido aos alimentos nobres com que é confeccionado, designadamente ovos, lagosta e caviar.

 

Trufa Branca Alba

 

Com a chegada do Outono chega também a altura da trufa, nomeadamente da trufa branca, da região de Alba, Itália. Este alimento é especialmente utilizado para temperar pratos requintados e, depende de condições climáticas específicas.

 

Procurado com a ajuda de cães farejadores treinados, a trufa possui um aroma inigualável, podendo cada quilo deste alimento atingir os 300 mil reais.

 

O local indicado para encontrar este fungo é recorrendo à Feira Internacional de Trufa Branca, em Itália.

 

Batatas La Bonnotte

 

Esta é a batata mais cara e exclusiva do mundo. Com origem na ilha francesa de Noirmoutier, este tubérculo tem um preço elevado devido às pequenas quantidades em que é produzida, cerca de vinte mil quilos por ano.

 

Estas batatas possuem um sabor único e complexo, chegando a custar cada quilo cerca de 400 libras. Hoje em dia esta batata está disponível em todos os mercados.

 

Queijo de Alce

 

Este é um produto exclusivo da Suécia e provêm do alce doméstico, que é ordenhado somente entre Maio e Setembro. O queijo é fabricado entre Junho e Setembro e o processo de envelhecimento pode levar até setenta dias.

 

Cada quilo deste queijo pode atingir os mil dólares e é produzido em quase todo o mundo, nomeadamente nos Estados Unidos, Brasil e Austrália.

 

Torta Golden Bon Vivant

 

Esta é uma torta que pode pesar até 8 quilos e é servida apenas em Inglaterra, num hotel de Lancashire. Esta iguaria é recheada de carne, trufas e cogumelos matsutake, vinho e champanhe. Cada torta pode ascender aos 33 mil reais. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:32

Quando se fala de Brasil, quem nunca ouviu sobre as riquezas culturais do nordeste, com seus costumes bem ímpares. O nordeste é uma região formada por uma miscigenação de negros, índios, europeus, dando uma característica única ao povo da região, com uma enorme variedade de costumes, sendo então uma população muito rica e diversificada, do ponto de vista cultural.

 

A região nordeste contempla 9 estados do Brasil, sendo eles: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. Muitos, ao pensarem em “nordeste” logo vinculam a belas praias, folclore ou carnaval. Mas vamos entrar virtualmente, dentro dessa vasta região e conhecer o que ela tem a nos oferecer com seus costumes e sua cultura.

 

 

Festas

 

Mais conhecido aos redores de Salvador, Olinda ou Recife, o carnaval é uma porta de entrada para turistas que desejam conhecer a região. Uma festa típica do Brasil e ainda mais forte na região nordeste, movimenta toda a população nos preparativos e transforma dias em folias animadas, com muita música, muita gente, muita dança e muita alegria.

 

Típico da região nordeste, as festas do Bumba meu Boi tem sua importância entre os moradores, uma festa que gira em torno de um drama, onde um homem negro precisa roubar o boi de um homem branco para alimentar sua mulher grávida, no entanto, é preciso ressuscitá-lo posteriormente.

 

Tão fortemente conhecida, é também a gratidão à rainha do mar. Festa de Iemanjá. Todos os que possuem compromissos com a Rainha do mar, levam as praias flores, presentes, espelhos, joias, perfumes, etc. e oferecem a rainha. Uma festa muito tradicional da região nordeste.

 

Danças

Conhecida nacionalmente, mas introduzida na região nordeste do Brasil pelos escravos africanos, a capoeira é uma mescla de luta e dança. Ao som do berimbau, formam-se rodas de dança e os integrantes interagem entre si.

 

Alívio de alma, calmante do eu interior, o coco é outra forma de dança, mas conhecida pelos estados de Alagoas, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte, praticada nas horas vagas e de descanso. Historicamente, muitos de seus adeptos eram os cangaceiros.

 

Frevo, dos salões até as ruas. Outra típica dança, originada a partir dos passos da capoeira. Dança que é muito praticada ao longo das festas carnavalescas.

 

Culinária

 

Impossível pensar em nordeste e não pensar em culinária típica. Aquelas apimentadas, com temperos fortes. Muito comum para os navegadores de primeira mão, é o desconhecimento de costumes regionais típicos da culinária, por exemplo: quem nunca ouviu uma história de que um amigo foi para o nordeste, e quando foi pedir o seu acarajé, se deparou com a pergunta “quente ou frio?”, para os acostumados a comer comidas quentes em temperatura, respondem enganadamente que querem o acarajé quente, mas logo na primeira mordida, entende-se o significado de quente para a população nordestina. Cuidado, quente é apimentado.

 

Mas claro que em uma região rica de costumes e cultura como o nordeste, acarajé não o único prato típico a se provar, em uma visita a região. Existem também diversos outros deliciosos pratos como carne de sol, buchada de bode, sarapatel, acarajé, vatapá, cururu, feijão verde, canjica, tapioca, peixes, frutos do mar, as frutas: ciriguela, umbu, buriti, cajá e macaúba.

 

Religiosidades

 

Candomblé na Bahia, xangô em Pernambuco, ou ainda, tambor de menina no maranhão, é um culto religioso, que foi trazido pelos escravos africanos para a região. A interação existente com os povos brancos do Brasil, na região nordeste, propiciou algumas modificações na essência do candomblé.

 

Como nordeste e carnaval estão intimamente ligados, surgiu novas variações do candomblé: o Afoxé, que está adaptado ao carnaval. No Afoxé, oferecem farofa com azeite de dendê para exu não interferir nas festas de carnaval.

 

Em janeiro, água e flores caem sobre as escadas do Santuário do Senhor do Bom Fim. A lavagem do Bom Fim é também tradicional na região da Bahia e atrai muitos fies anualmente.

 

Artesanato

 

Outro costume de elevada importância na região é a produção de artigos artesanais. Costume que propicia a movimentação comercial na região, e alegra turistas que procuram artefatos regionais, como forma de recordação. O artesanato possui uma variedade imensa de produtos, entre eles redes tecidas, rendas, produtos de couro, cerâmica, madeira, etc.

 

Agora que já conhece um pouco mais sobre a riqueza cultural e de costumes da região nordeste do Brasil, por que não conferir de perto?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:11


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D